30 de setembro de 2018

Infinito



Infinito!
Circunscrito!
Finito!

Natura



Brinde
De cor.

Molde




Apenas molde!
Definirei corpos;
Belezas,
E vaidades.

Velha





Passaram-se 
Os tempos!
As histórias!
As gentes!
E as vidas!

Janela só




Quanto vi!
Quanto protegi!
Do que fui,
Resta a memória.

Capuchinho Vermelho



# Ele não!

15 de abril de 2016

Sem trinco nem tranca


Velha!
Apesar,
Sem trinco
Nem tranca,
Guardará
Fielmente.

Livro de Honra


Veneráveis!
Assinaturas!
Nomes!
Honrados!
Veneráveis, pois!


Obra Divina



Obra
Divina.
A grandeza
Da alma,
E
Da Criação.

5 de abril de 2016

Convergência Infinita


Linhas convergentes
Tendem para
Um ponto.
Leitor
Tende para
O Infinito.

Camélia de amor



Gosto-te
Flor
Gosto-te
Amor.
Gosto-te!

Alva



Quero-te
Pura.
Quero-te
Bela.
Quero-te.
Quero-te!

Como se fossem lágrimas


Caídas
Apenas
Como
Se fossem pétalas.

14 de dezembro de 2015

Passarito


Continuo
Passarito.
Continuo só!
Melhor apoiado.
Prescrutando
Ventos e marés.

Explosão


Eis
Que o Outono
Explode
Em cor!

Outono


Brinde
Colorido.

Esplendoroso


É
O outono
Esplendoroso!
A
Natura
Brinda-nos

30 de novembro de 2015

Passarito só


Passarito
Apenas
Passarito

Lutando
Contra o mar
Contra o vento.
Tentando
O equilíbrio.


Da
Luta desigual
Virá
O sustento.

Jangada de Pedra


Saramago
Simples.
Sem exclamações
Ou
Interrogações.

Outono


É
A Natura
No
Seu esplendor.
É Deus
Ao
Ar livre.

19 de novembro de 2015

Dizes-me


Olhando-te,
Sei-te!

Daqui alcanço o mundo


Daqui
Alcanço
O mundo.
É
Este rio
Que
Me transporta.
O
Infinito
É
Afinal, tão breve.

Breve Infinito


Há-de
O Infinito
Ser tão breve....

3 de novembro de 2015

Vida


Pedra alguma
Me
Deterá!

Apesar do trono


Real!
Altiva!
Majestosa!
Livre!
Garça.
Afinal.

Mar revolto


Vou-me
De regresso
Planando
Sobre a fúria

26 de outubro de 2015

Carta de amor


Vai pássaro feliz
Levar amor e saudade
A meu amor lá longe.
Vem pássaro feliz
Mitigar-me a dor.
Traz-me novas.
Traz-me um beijo.
Um só que seja.
Vem!

Espera


Espero-te
Amor.
Dóis-me
Na ausência.
Vem.
Não tardes.

Quero dizer ao mundo

Porta alguma,
Amor,
Impedirá
Que nos amemos.
Declarados!
Sôfregos!
Intensos!

13 de outubro de 2015

Amor sofrido


Solta-se
A dor
Na lágrima.
Apenas
Porque te amo.

Como se apenas fosse apenas
E não tudo!


Amor de espera


Apesar
Da longa espera.
Sabes
Que sim.

Amor
Também se faz
De tempo.

12 de outubro de 2015

Nó de amor


Assim
É o amor!

Pedras de amor


É
De amor
Que falam...
Amar,
Só pode ser
Granítico!

7 de outubro de 2015

Linha de amor(es)


É
O nosso amor
Tão forte.
Que,
Nada ou ninguém
Abrirá
O elo
Que
Nos une!

Amor



Amo-te!
Ama-me!
Amemos, pois!
Sem limites!
Amemos, apenas.
Ah! se apenas fosse pouco...
Apenas nos amaríamos,
Como se amar fosse,
Afinal,
A nossa razão!

22 de dezembro de 2014

História colorida

Pedaço colorido
Da cidade.
Recanto
De história.

Fé colorida


A cor
Da (na) Fé.
A devoção
Exposta.
É Natal
Na cidade.

20 de dezembro de 2014

Um pedacinho de céu


Recortes
De
Cor
Pedaço
De céu

Cidade livre


Sob
Um céu cinzento,
Cuidando
A cidade
E as gentes.

Porque os outros...




Como
A cidade.
E
As gentes.

7 de outubro de 2014

Sombras de pedra


Sinais 
De povo.

Obviamente


Outra forma
De
Olhar
O óbvio

Amores


Saiba
O mundo
Que
Te amo.

29 de setembro de 2014

Vénia


Como
Se fora actor.
Como
Se fora um palco.
Como
Se fora gato.

Cor no Parque


Cor
No parque.
A Natura
Esplendorosa.

Cidade


A caminho
Do céu.
É a cidade
Projectada.

Fidelidade


Até
Ao fim.
Por amor,
Apenas.

3 em linha


Pertinho do céu
Observando
O rodopio.
É
A cidade.
Viva!


Asas para a (de) Luz


Permita-se-me
O voo.